Compêndio de dicas para Kerkythea

Este artigo é uma compilação de algumas dicas que ficaram de fora dos textos anteriores. São informações simples que vão contribuir para a melhoria de suas renderizações com a dupla Sktechup e kerkythea.

Ao contrário dos outros textos, em que criei um roteiro a ser seguido, neste vou colocar dicas isoladas que podem ser usadas conforme suas necessidades.

Escala dos desenhos

No kerkythea a escala em que se trabalha é muito importante, uma vez que o programa utiliza física real para fazer os cálculos de iluminação, tanto solar quanto artificial.

Quando fizer um projeto no sktechup, é importante que você desenhe na escala para a qual o programa está configurado. Veja um exemplo.

Clique em window/model info/units. Lá você terá informações de qual escala o sketchup está configurado para funcionar. Neste nosso exemplo está em “cm”. Ou seja, todas as informações relativas às dimensões dos objetos, deverão ser colocadas em centímetros. Se preferir poderá mudar a escala para metros, mas não esqueça que toda informação deverá ser inserida em metros.

O importante é não desenhar em cm sendo que o sktechup está configurado em metros, e vice-versa. Isso causará um cálculo equivocado pelo kerkythea.

A imagem abaixo mostra um objeto de aproximadamente 4m por 3m sobre a malha do kerkythea (note que a escala do objeto coincide com a da malha).

Modo de visualização no kerkythea

Como você pode ver na imagem acima, os objetos no kerkythea podem ser vistos em formas sólidas, é não somente em linhas como estamos acostumados a ver. Para visualizá-los assim, basta clicar em view/ajust/solid rendering.

Instalação de materiais

Além de usar os materiais que você tem no sketchup, também há a possibilidade de usar os que o kerkyhtea possui. Qual a vantagem disso? Você pergunta.

Bom, a vantagem é que se você tem algo de vidro, é só selecionar o vidro na biblioteca do kerkythea e aplicar ao material, eliminando assim a necessidade de fazer ajustes para que o mesmo fique mais realista. Isso se aplica a diversos materiais, com pisos de madeira objetos de alumínio, latarias de carros, entre outros.

No link abaixo você terá uma série de materiais para compor sua biblioteca. Não precisa baixar todos ao mesmo tempo, sugiro que o faça conforme sentir necessidade.

http://www.kerkythea.net/joomla/index.php?option=com_remository&Itemid=42&func=select&id=3

Para instalar estes materiais você deverá abrir o kerkythea e clicar em file/install library e selecionar o arquivo que acabou de baixar (após a instalação este mesmo arquivo poderá ser apagado por você).

Para aplicar, apenas clique com o botão secundário do mouse sobre o material que você quer mudar e “apply material”, selecione a categoria (vidro, tecido, cerâmica, etc.), e o componente desejado.

Configurações do Sun and Sky

Nos outros artigos nos utilizamos o “physical sky” para simular o céu real, mas há também a possibilidade de usar imagens para simulá-lo. No link abaixo você terá uma série de opções para download no site do kerkythea.

http://www.kerkythea.net/joomla/index.php?option=com_remository&Itemid=42&func=select&id=11

O processo de instalação é o mesmo usado para os materiais. Porém, para utilizá-lo, você deverá clicar em incert /globals e selecionar a imagem desejada.

É importante ressaltar que esta imagem de fundo influencia na iluminação dos objetos. Portanto, se colocar uma com tons na cor do pôr-do-sol, estas cores se refletiram no objeto.

Plano infinito

Outra dica importante que posso oferecer é a colocação de um plano infinito abaixo do objeto a ser renderizado. Quando não se faz isso, o mesmo fica sem sobra projetada, e com tons rosados, em virtude do “phisycal sky” que usamos na renderização.

Para resolver esse problema, você pode inserir um plano infinito abaixo do objeto, através do menu Insert/model/basic primitives/infinite plane.

Por padrão, este plano vem na cor azul, mas você pode mudá-la normalmente como se faz com os outros materiais do projeto (vide artigo anterior sobre o assunto). Clique em “edit material” e mude a cor “diffuse” para a que desejar.

Câmera

Normalmente o kerkythea renderiza a imagem nas proporções que a mesma aparecia na tela do sketchup. Mas e se você quiser fazer isso em outra proporção?
Há várias maneiras de resolver isso, mas indico que você clique com o botão secundário do mouse sobra a câmera que está usando, e selecione “edit camera”. Em “resolution” você pode selecionar uma configuração já existente, ou cria a sua própria. A vantagem de utilizar este método está no fato de você poder ver, através do retângulo pontilhado na telha, o que será enquadrado quando a renderização for feita.

Configurando o render settings

Nos artigos anteriores passei a vocês as configurações gerais de renderização, mas há mais algumas que julgo importante.

Primeira está relacionada à renderização de uma cena que contenha vidros. Quando for fazê-la, mude em render/settings/ global ilumination/caustics/none para “pseudo caustics” ou “caustics”. A primeira é mais rápida, mas pode não oferecer um bom resultado em alguns casos.

A outra dica diz respeito a qualidade da renderização. Em alguns casos você deve ter notado que a imagem ficou meio granulada, principalmente onde recebe menos luz. Isso pode ser melhorado alterando a configuração de render/settings/ global ilumination/accuracy de “moderate” para “good”.

Conclusão… parcial

Bom, essas eram as dicas que faltaram nos artigos anteriores, e que eu julgo importantes para obter uma boa renderização. Se surgirem outras, faço sequências para este artigo.

Artigos relacionados >>

14 comentários em “Compêndio de dicas para Kerkythea”

  1. Amigo, maravilha de site! Acho a abordagem a respeito desse render maravilhosa! Espero que hajam mais publicações sobre o tema. Um grande abraço e parabéns pelo site!

    Curtir

    1. Olá Thiago,

      Obrigado pelos elogios.

      Haverá sim mais artigos sobre o kerkythea. Estou acumulando mais conhecimento sobre ele, e provavelmente farei um “Compêndio de dicas para o kerkythea II” (ou algo do gênero), onde atualizarei algumas coisas, e acrescentarei outras.

      Curtir

    2. estou com um problema no kerkythea na biblioteca os materiais ficam grandes e não dá para mim ver a lista completa dos itens que tem pois estão enormes como reduzir o tamanho deles voltando para o formato padrão? não sei o que fiz q a biblioteca deixou a lista de meus materiais grande

      Curtir

      1. Olá Tassyanne,

        Tentei recriar o problema aqui e não consegui. Talvez seja um bug no kerkythea. Minha sugestão é que você reinstale-o.

        Curtir

  2. Quando vou renderizar minha imagem, o resultado final é sempre menor que a área definida pelo pontilhado, não consigo enquadra-la direito. Será alguma configuração de camera que nao estou sabendo? Alguém pode me ajudar?

    Curtir

  3. Olá!
    Estou com um problema com a utilização do KT… Quando mando exportar do SketchUp, na aba de plug-ins > Export Models, o campo TIPO (onde aparecem as extensões) está em branco e não sei como localizar o .xml.
    Vc tem idéia de como resolvo isso?

    Curtir

  4. Boa noite amigo, estou fazendo todo o processo e quando vou iniciar a renderização ele me da um mensagem de erro, nao sei como resolver, se puder me ajudar fico grato

    Curtir

  5. Boa noite Elcio, Estou conseguindo renderizar e tá tudo ficando perfeito, mas quando eu preciso usra o globals ele não abre, o que devo fazer? Meus renderes precisam de paisagens

    Curtir

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s